Marcação de Consultas (82) 2123-7001
Central de Atendimento (82) 2123-7000

Acesso Rápido

Residência Médica
02/12/2016

EDITAL DO CONCURSO DE SELEÇÃO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA 2017

Especialidades com Pré-requisito

EDITAL DO CONCURSO DE SELEÇÃO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA 2017 

O Hospital Memorial Arthur Ramos, torna público que realizará, na forma prevista na Legislação Federal pertinente e normativas da CNRM - Comissão Nacional de Residência Médica, especialmente a Resolução nº 2 de 27 de agosto de 2015 e Nota Técnica nº 94/2015, a abertura de inscrições ao CONCURSO PÚBLICO DE SELEÇÃO para o preenchimento de vagas das especialidades abaixo especificadas. O Concurso de Seleção será regido pelas instruções especiais constantes do presente instrumento elaborado de conformidade com os ditames da Legislação federal pertinente, bem como demais instruções normativas expedidas pelo CNRM.

 

1. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

1.1   -

A organização, aplicação e correção da 1ª FASE do Concurso será de responsabilidade da CONSESP – Concursos, Residências Médicas, Avaliações e Pesquisas Ltda.

 

1.2   -

A organização, aplicação e correção da 2ª FASE do Concurso será de responsabilidade do Hospital Memorial Arthur Ramos.

 

1.2.1-

As provas serão aplicadas na cidade de Maceió/AL.

 

 

1.3   Programas - Vagas - Situação do Programa – Taxa de Inscrição - Duração do Curso – Pré-requisitos

Programas

Vagas

Situação do Programa

Taxa de Insc. (R$)

Duração do Curso

Pré-requisitos*

Cirurgia Vascular

02

Credenciado

400,00

2 anos

Cirurgia Geral

Medicina Intensiva

01

2 anos

Clínica Médica ou Anestesiologia ou Cirurgia Geral

Angiorradiologia e Cirurgia Endovascular

01

1 ano

Cirurgia Vascular

 

* Conclusão de Residência Médica credenciada pela Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM/MEC)

 

2.    DAS INSCRIÇÕES

2.1 -

As inscrições serão feitas exclusivamente via internet, no site www.consesp.com.br no período de 1º de dezembro de 2016 a 22 de janeiro de 2017, devendo para tanto o interessado proceder da seguinte forma:

a)   Acesse o site www.consesp.com.br, clique em inscrições abertas sobre a cidade que deseja se inscrever.

b)   Em seguida clique em INSCREVA-SE JÁ, digite o número de seu CPF e clique em continuar.

c)   Escolha a especialidade, preencha todos os campos corretamente e clique em FINALIZAR INSCRIÇÃO.

d)   Na próxima página confira seus dados e leia a Declaração e Termo de Aceitação e, em seguida, clique em CONCORDO E EFETIVAR INSCRIÇÃO.

e)   Na sequência imprima o Boleto Bancário para pagamento e recolha o valor correspondente em qualquer banco. Não serão aceitos recolhimentos em caixas eletrônicos, postos bancários, transferências e por agendamento.

f)    O recolhimento do boleto deverá ser feito até o primeiro dia útil após a data do encerramento das inscrições (23/01/2017), entendendo-se como “não úteis” exclusivamente os feriados nacionais e estaduais e respeitando-se, para tanto, o horário da rede bancária, considerando-se para tal o horário de Brasília, sob pena de a inscrição não ser processada e recebida.

g)   A CONSESP não se responsabiliza por erros de dados no preenchimento de ficha de inscrição, sendo a mesma de inteira e total responsabilidade do candidato.

 

2.1.1 -

A inscrição paga por meio de cheque somente será considerada após a respectiva compensação.

 

2.1.2 -

No valor da inscrição já está inclusa a despesa bancária.

 

2.1.3 -

Quarenta e oito horas após o pagamento, conferir no site www.consesp.com.br se os dados da inscrição efetuada pela internet foram recebidos e a importância do valor da inscrição paga. Em caso negativo, o candidato deverá entrar em contato com a CONSESP, pelo telefone (11) 4328-1314, para verificar o ocorrido.

2.1.4 -

Para gerar o comprovante de inscrição (após o pagamento) basta digitar o seu CPF no menu CONSULTE, em seguida, selecione o Concurso correspondente à inscrição desejada, após isso clique em imprimir comprovante de inscrição.

 

2.1.5 -

A CONSESP não se responsabiliza por solicitação de inscrição via internet não recebida por motivos de ordem técnica dos computadores, falhas de comunicação, bem como outros fatores que impossibilitem a transferência de dados. O descumprimento das instruções para inscrição via internet implicará na não efetivação da mesma.

 

2.1.6 -

A taxa de inscrição somente será devolvida ao candidato nas hipóteses de cancelamento do certame pela própria administração ou quando o pagamento for realizado em duplicidade ou fora do prazo.

 

3.    INSCRIÇÃO DO PROCESSO SELETIVO COM ISENÇÃO DE PAGAMENTO DE TAXA DE INSCRIÇÃO

3.1   -

A solicitação de isenção de pagamento da taxa de inscrição deverá ser realizada de 05 a 09 de dezembro de 2016, através de requerimento próprio constante do Anexo II do presente Edital.

 

3.2   -

No formulário do pedido de isenção deverá ser informado o motivo da solicitação de isenção conforme descrito na Resolução CNRM nº 07, de 20 de outubro de 2010.

 

3.3.   -

Os candidatos que fizerem inscrição com solicitação da isenção da taxa de inscrição deverão encaminhar para o e-mail [email protected], até a data limite (09/12/2016) cópia da ficha de inscrição, do requerimento constante do Anexo II, devidamente preenchido e assinado, comprovando condições para a isenção.

 

3.4   -

O resultado da solicitação de isenção de pagamento da taxa de inscrição será divulgado no site www.consesp.com.br no dia 13 de dezembro de 2016 a partir das 9 horas.

 

3.5   -

Os candidatos que tiverem seus pedidos de isenção indeferidos, para efetivar sua inscrição nesse Processo Seletivo, deverão efetivar o pagamento do boleto no valor total da inscrição, conforme item 2.1.

 

3.6   -

O candidato que tiver seu pedido de isenção indeferido, caso não efetue o pagamento do boleto até a data de encerramento das inscrições conforme o item 2.1, estará automaticamente excluído deste Processo Seletivo.

 

3.7   -

Não serão estornados valores de taxas de inscrição daqueles candidatos contemplados com isenção e que já tenham efetivado o pagamento da taxa de inscrição na Seleção a que se refere este Edital.

 

 

4.   DAS PROVAS E DOS PRINCÍPIOS

4.1 -

O Concurso de Seleção será realizado em duas fases:

1ª FASE - PROVA OBJETIVA

2º FASE - ANÁLISE E ARGUIÇÃO CURRICULAR E ENTREVISTA

 

 

DA PRIMEIRA FASE - PROVA OBJETIVA:

 

4.2 -

A duração da prova objetiva será de 4h (quatro horas), já incluído o tempo para o preenchimento da folha de respostas.

 

4.3 -

O candidato deverá comparecer ao local designado com antecedência mínima de 1 (uma) hora, munido de caneta transparente azul ou preta, lápis preto e borracha e UM DOS SEGUINTES DOCUMENTOS NO ORIGINAL:

- Cédula de Identidade - RG;

- Carteira de CRM;

- Carteira Nacional de Habilitação, emitida de acordo com a Lei 9.503/97 (com foto);

- Passaporte.

 

4.4 -

As provas objetivas (escritas) desenvolver-se-ão em forma de testes, por meio de questões de múltipla escolha, na forma estabelecida no presente Edital.

 

4.5 - 

Durante as provas não será permitido, sob pena de exclusão do concurso: qualquer espécie de consultas bibliográficas, comunicação com outros candidatos, ou utilização de livros, manuais ou anotações, máquina calculadora, relógios de qualquer tipo, agendas eletrônicas, telefones celulares, smartphones, mp3, notebook, palmtop, tablet, BIP, walkman, gravador ou qualquer outro receptor ou transmissor de mensagens, bem como o uso de óculos escuros, bonés, protetores auriculares e outros acessórios similares.

 

4.5.1-

Os pertences pessoais, inclusive o aparelho celular (desligado e retirado a bateria), serão guardados em sacos plásticos fornecidos pela CONSESP, lacrados e colocados embaixo da cadeira onde o candidato irá sentar-se. Pertences que não puderem ser alocados nos sacos plásticos deverão ser colocados no chão sob a guarda do candidato. Todos os pertences serão de inteira responsabilidade do candidato. O candidato que for flagrado na sala de provas portando qualquer dos pertences acima será excluído do concurso.

 

4.5.2-

Recomenda- se aos candidatos não levarem para o local de provas aparelhos celular, contudo, se levarem, estes deverão ser desligados, preferencialmente com baterias retiradas e acondicionados em invólucro fornecidos pela Consesp. O candidato que for surpreendido portando celular fora da embalagem lacrada fornecida pela Consesp, mesmo que desligado, (off-line) ou dentro dela, porém ligado, (on-line) serão excluídos do Concurso Público e convidados a entregarem sua respectiva prova, podendo inclusive responderem criminalmente por tentativa de fraude em concursos.

 

4.6 - 

Após adentrar a sala de provas e assinar a lista de presença, o candidato não poderá, sob qualquer pretexto, ausentar-se sem autorização do Fiscal de Sala, podendo sair somente acompanhado do Volante, designado pela Coordenação do Concurso.

 

4.7 - 

O candidato só poderá retirar-se do local de aplicação das provas, após 2 (duas) horas do horário previsto para o início das mesmas e constante do presente Edital, devendo entregar ao Fiscal da Sala o caderno de questões e respectiva folha de respostas. Não serão computadas questões não respondidas, que contenham rasuras, que tenham sido respondidas a lápis, ou que contenham mais de uma alternativa assinalada.

 

4.8 -

Ao final das provas, os três últimos candidatos deverão permanecer na sala, a fim de assinar o verso das folhas de respostas e, na sala da coordenação, assinar o lacre do envelope das folhas de respostas juntamente com o fiscal e coordenador, sendo liberados em conjunto quando todos as tiverem concluído.

 

 

DA SEGUNDA FASE - ANÁLISE E ARGUIÇÃO CURRICULAR E ENTREVISTA:

 

4.9 -

A segunda fase objetiva analisar e arguir o candidato sobre seu currículo, conforme Anexo I do presente Edital, assim como entrevistá-lo com objetivo de mensurar: interesse, comprometimento, capacidade de liderança e resolução de conflitos.

 

 

5.   DA COMPOSIÇÃO DAS PROVAS E NÚMERO DE QUESTÕES

Programas

Cirurgia Geral

Clínica Médica

Anestesiologia

Cirurgia Vascular

Cirurgia Vascular

50

-

-

-

Medicina Intensiva

17

17

16

-

Angiorradiologia e Cirurgia Endovascular

-

-

-

50

 

6.   DAS NORMAS

6.1  -

LOCAL - DIA - HORÁRIO - As provas da 1ª Fase serão realizadas no dia 04 de fevereiro de 2017 no horário descrito abaixo, em locais a serem informados com no mínimo 5 (cinco) dias de antecedência no site www.consesp.com.br. A 2ª fase será realizada no dia 15 de fevereiro de 2017, em locais e horários a serem informados no Edital que divulgará o resultado da 1ª Fase.

 

Abertura dos portões – 07h00min

Horário de Alagoas

Fechamento dos portões – 07h45min

Início das Provas – 08h00min

 

 

 

6.2  -

Será disponibilizado no site www.consesp.com.br, com antecedência mínima de 3 (três) dias, o cartão de convocação. Essa comunicação não tem caráter oficial, e sim, apenas informativo.

 

6.3   -

COMPORTAMENTO - As provas serão individuais, não sendo tolerada a comunicação com outro candidato, nem a utilização de livros, notas, impressos, celulares, calculadoras e/ou similares. Reserva-se ao Coordenador do Concurso Público designado pela CONSESP e aos Fiscais, o direito de excluir da sala e eliminar do restante das provas o candidato cujo comportamento for considerado inadequado, bem como, tomar medidas saneadoras e restabelecer critérios outros para resguardar a execução individual e correta das provas.

 

6.4   -

Em caso de necessidade de amamentação durante a realização das provas, a candidata deverá levar um acompanhante, que terá local reservado para esse fim e que será responsável pela guarda da criança.

 

6.5   -

Não haverá, sob qualquer pretexto ou motivo, segunda chamada para a realização das provas. Os candidatos deverão comparecer 1 (uma) hora antes do horário marcado para o início das provas, conforme item 6.1, no horário indicado, os portões serão fechados, não sendo permitida a entrada de candidatos retardatários.

 

6.6  -

É de inteira responsabilidade do candidato acompanhar a publicação de todos os atos, editais e comunicados referentes a este Concurso de Seleção, os quais serão disponibilizados no site www.consesp.com.br.

 


 

7.  DA FORMA DE JULGAMENTO DAS PROVAS E DA CLASSIFICAÇÃO

 

PROVA OBJETIVA

 

7.1.   -

A prova objetiva será avaliada na escala de 0 (zero) a 90 (noventa) pontos e terá caráter classificatório e eliminatório, utilizando-se sistema de NOTA PADRONIZADA

 

7.2    -

A nota da prova objetiva será o resultado calculado com a seguinte fórmula:

 

 

 

      

 

 

ONDE:

 

 

NP  =  Nota Padronizada

 

 

NC  =  Nota do candidato

 

 

  =  Média de notas do grupo

 

 

S = Desvio padrão do grupo

 

7.3    -

Considera-se grupo o número total de candidatos presentes às provas para cada um dos programas.

 

7.4    -

Serão classificados os candidatos que obtiverem Nota Padronizada igual ou superior a 45 (quarenta e cinco).

 

7.5   -

Serão considerados selecionados/habilitados para a 2ª Fase, os candidatos, de acordo com o número de vagas previsto no presente Edital, na proporção 3 (três) vezes o número de vagas. Em caso de empate entre os últimos classificados, estes serão incluídos, mesmo ultrapassando o limite de candidatos estipulado.

 

 

NOTA FINAL

 

7.6  -

A Nota Final do candidato será a soma da Nota Padronizada obtida na prova objetiva, já acrescida de eventuais bônus (conforme Legislação Vigente) e a nota obtida na 2ª Fase, cujo o valor máximo é 10 (dez) pontos, acrescida de eventuais bônus (conforme Legislação Vigente).

 

7.7  -

Não será aplicada na 2ª Fase o sistema de Nota Padronizada.

 

7.8  -

A classificação será feita, obedecendo-se a ordem decrescente de Nota Final obtida pelo candidato.

 

7.9  -

A Nota Final do candidato não poderá ultrapassar a nota máxima, considerada neste processo como 100 (cem).

 

7.10  -

Após a realização das 1ª e 2ª fases, havendo empate entre os candidatos, os critérios para desempate obedecerão à seguinte ordem:

 

 

a) maior nota na prova escrita (objetiva);

 

 

b) maior nota na Arguição Curricular e Entrevista;

 

c) maior idade;

 

 

d) candidato casado;

 

 

e) maior número de filhos.

 

7.11  -

Será eliminado do Concurso o candidato que:

 

 

a) Não obtiver Nota Padronizada igual ou superior a 45 (quarenta e cinco);

 

 

b) obtiver nota 0 (zero) em qualquer uma das provas da 2ª Fase;

 

 

c) não apresentar a documentação exigida por ocasião da matrícula;

 

 

d) encontrar-se de posse de objetos eletrônicos, no momento da realização das provas, em qualquer das fases;

 

 

e) não comparecer a qualquer uma das provas da 1ª ou 2ª Fases.

 

 

8.  DA ANÁLISE E ARGUIÇÃO CURRICULAR E ENTREVISTA

8.1   -

A prova de Análise e Arguição Curricular e Entrevista será analisada na escala de 0 (zero) a 10 (dez) pontos e terá caráter classificatório e eliminatório

 

8.2   -

A nota da prova de Análise e Arguição Curricular e Entrevista será obtida conforme pontuação constante do ANEXO I.

 

8.3   -

O candidato deverá providenciar para entrega na data das provas da 2ª Fase (15/02/2017) CÓPIA REPROGRÁFICA de certificados que são pontuados conforme ANEXO I.

 

8.4   -

Somente serão aceitos e pontuados documentos referente ao ANEXO I, não sendo aceitos neste momento a entrega de documentos referentes a VALORIZAÇÃO DE CRITÉRIOS DE RESPONSABILIDADE SOCIAL, que caso não tenham sido enviados conforme prevê o item 7.12, serão neste momento, descartados e não pontuados.

 

8.5   -

Os candidatos convocados para a esta fase, deverão levar no momento da prova, os documentos originais para que sejam conferidos pela Banca. O candidato que preferir não levar os originais na 2ª Fase, deverá entregar CÓPIA REPROGRÁFICA AUTENTICADA EM CARTÓRIO.

 

9.  DA DIVULGAÇÃO DO GABARITO E RESULTADOS E DOS RECURSOS

9.1   -

Em todos os casos em que couber recurso da 1ª Fase (Prova Objetiva), para recorrer o candidato deverá:

-     acessar o site www.consesp.com.br

-     em seguida clicar em RESIDÊNCIAS, RECURSOS, SOLICITAR e preencher os campos solicitados.

 

9.1.1  -

O gabarito oficial e a prova objetiva (teste de múltipla escolha) serão disponibilizados no site www.consesp.com.br, entre as 14h e às 18h do dia 04 de fevereiro de 2017 e permanecerão no site pelo prazo de 2 (dois) dias.

 

9.1.2  -

Os recursos referentes a prova objetiva poderão ser interpostos no site no dia 05 de fevereiro de 2017.

 

9.1.3 -

Em caso de anulação de questões, por duplicidade de respostas, falta de alternativa correta ou qualquer outro motivo, estas serão consideradas corretas para todos os candidatos e os pontos correspondentes serão atribuídos a todos os candidatos que não os obtiveram, independente de recurso.

 

9.1.4 -

Os recursos deverão estar embasados em argumentação lógica e consistente. Em caso de constatação de questões da prova, o candidato deverá se pautar em literatura conceituada e argumentação plausível. Para elaboração das questões serão utilizadas somente Referências Bibliográficas conhecidas, não se admitindo, inclusive, para efeito de recursos a citação de Artigos, Publicações em Revistas, Anais e outros materiais. Levar-se-á em consideração sempre a Referência Bibliográfica mais atual quando do julgamento de pareceres, se for o caso.

 

9.1.5  -

Julgados os recursos em face do gabarito e/ou da prova objetiva, sendo necessário, será publicado um novo gabarito, com as modificações necessárias, que permanecerá no site pelo prazo de 2 (dois) dias. Caberá à CONSESP – Concursos, Residências Médicas, Avaliações e Pesquisas Ltda. decidir sobre a anulação de questões julgadas irregulares.

 

9.2    -

A divulgação do Resultado da Prova Objetiva (1ª Fase) será publicado nos sites www.consesp.com.br e www.hospitaldoacucar.com.br, no dia 09 de fevereiro de 2017, a partir das 9h e permanecerá no site pelo prazo de 2 (dois) dias.

 

9.2.1  -

A folha de respostas do candidato será disponibilizada juntamente com o resultado da Prova Objetiva (1ª Fase) no site www.consesp.com.br.

 

9.2.2  -

O resultado da 2ª Fase será publicado no site www.consesp.com.br no dia 20 de fevereiro de 2017 a partir das 9 horas.

 

9.2.3 -

A interposição de recursos em relação a 2ª Fase e ao Resultado Final deverão ser endereçados à Comissão de Residência Médica, no dia 20 de fevereiro de 2017, seguindo-se os passos indicados no item 9.1. Para recorrer o candidato para tal deve indicar motivos cabíveis e plausíveis para análise da banca, e possível modificação, sendo que recursos não fundamentados ou vagos não serão considerados para análise e serão julgados sem mérito.

 

9.2.4 -

Em qualquer caso, não serão aceitos recursos encaminhados via postal ou via fax ou diferente do previsto no item 9.1.

 

9.2.5 -

Recursos não fundamentados ou interpostos fora do prazo serão indeferidos sem julgamento de mérito. A Comissão constitui última instância na esfera administrativa para conhecer de recursos, não cabendo recurso adicional pelo mesmo motivo.

 

10.  DAS MATRÍCULAS

10.1  -

Os candidatos aprovados providenciarão sua matrícula nos dias 22 e 23 de fevereiro de 2017. Após este período serão considerados desistentes.

 

10.2  -

Para efetuar a matrícula o candidato deverá se apresentar a Comissão de Residência Médica do Hospital Memorial Arthur Ramos, sita a Rua Hugo Côrrea Paes, 253 – Gruta de Lourdes – CEP 57052-827 – Maceió/AL, com cópia dos seguintes documentos:

 

 

a) Carteira de Identidade - RG;

 

 

b) NIS ou PIS;

 

 

c) Título de Eleitor;

 

 

d) CPF;

 

 

e) Carteira do CRM e diploma de graduação ou declaração de estar cursando o último ano do curso solicitado como pré-requisito;

 

 

f) candidatos brasileiros que terminaram curso no estrangeiro deverão apresentar cópia autenticada do diploma revalidado em Instituição Pública reconhecida pelo MEC;

 

 

g) 3 fotos 3x4;

 

 

h) candidatos brasileiros que terminaram o curso no estrangeiro deverão apresentar cópia autenticada do diploma revalidado em Instituição Pública reconhecida pelo MEC.

 

 

Documentos adicionais para estrangeiros (cópias):

 

 

a) diploma e revalidação de diploma;

 

 

b) certificado de proficiência em Língua Portuguesa CELPE-Brasil;

 

 

c) visto de permanência.

 

 

 

11.  DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

 

 

11.1  -

A inscrição implica na aceitação por parte do candidato de todos os princípios, normas e condições do Concurso de Seleção, estabelecidas no presente Edital e na legislação federal pertinente.

 

11.2  -

São considerados Programas de Aperfeiçoamento na área de Atenção Básica em Saúde em regiões prioritárias para o SUS o Programa de Valorização da Atenção Básica (PROVAB) e os Programas de Residência em Medicina Geral de Família e Comunidade.

 

11.3  -

Será EXCLUÍDO do Processo Seletivo o candidato advindo do PROVAB que tiver solicitado a utilização da pontuação adicional e não tiver o nome publicado no Diário Oficial da União (DOU) até 31 de janeiro de 2017, como tendo avaliação final SATISFATÓRIA no PROVAB.

 

11.4  -

O candidato obriga-se a manter atualizado seu endereço para correspondência, junto ao órgão realizador, (HOSPITAL MEMORIAL ARTHUR RAMOS), após o resultado final.

 

11.5  -

Ficam impedidos de participarem do certame aqueles que possuam com qualquer dos sócios da CONSESP – Concursos, Residências Médicas, Avaliações e Pesquisas Ltda., a relação de parentesco disciplinada nos artigos 1.591 a 1.595 do Novo Código Civil. Constatado o parentesco a tempo, o candidato terá sua inscrição indeferida, e se verificado posteriormente à homologação, o candidato será eliminado do certame, sem prejuízo das medidas administrativas e judiciais cabíveis.

 

11.6  -

Em caso de vagas não preenchidas, a COREME fará segunda chamada, via site www.consesp.com.br, telefone, e-mail e SMS para preenchimento dessas vagas, a partir das 8h30min da data imediatamente posterior ao vencimento para matrícula em primeira chamada.

 

11.7  -

O candidato convocado para ocupar vaga por desistência ou vacância terá prazo improrrogável de 48 (quarenta e oito) horas, a partir da data do primeiro contato, para efetuar sua matrícula, sob pena de perdê-la.

 

11.8  -

A Comissão de Seleção convocará tantos aprovados quantos forem necessários para preenchimento das vagas remanescentes até 30 (trinta) dias após o início da Residência.

 

11.9  -

Quando do ato da matrícula, os Médicos Residentes deverão comprovar ser filiados ao Sistema Previdenciário na qualificação de segurados autônomos.

 

11.10-

Os casos omissos e as situações não previstas neste Edital serão decididos pela Comissão de Residência Médica - COREME.

 

 

REGISTRE-SE. PUBLIQUE-SE E CUMPRA-SE.

 

 

 

Maceió/AL, 30 de novembro de 2016

 

 

 

Dr. Agenor Antônio Barros da Silva

Coordenador da Comissão de Residência Médica - COREME

 

ANEXO I

CRITÉRIOS DE ANÁLISE PARA A 2ª FASE

 

ANÁLISE E ARGUIÇÃO CURRICULAR E ENTREVISTA

Item Avaliado

Pontuação Máxima

Metodologia de Análise

Histórico Escolar do Curso de Medicina

3,5 (três vírgula cinco) pontos

·     Soma de todas as notas obtidas durante a graduação, dividida pelo número total de disciplinas. Quando as notas do histórico escolar forem dadas sob a forma de conceito, as notas serão transformadas para o valor médio correspondente ao conceito.

·     Disciplinas com reprovação, dependência ou desistência terão valor 0 (zero) e entrarão na soma das disciplinas.

 

Monitoria Oficial

1,0 (um) ponto

·     0,2 (zero vírgula dois) pontos por monitoria oficial por ano. Só será considerada a monitoria de 1 (um) ano. Monitorias com menos de 1 (um) ano de duração não serão pontuadas.

Bolsa de Estudo ou de Pesquisa

1,0 (um) ponto

·     0,2 (zero vírgula dois) pontos por bolsa de estudos ou pesquisa.

Trabalhos Científicos apresentados em congressos estudantis e/ou congressos médicos

0,5 (zero vírgula cinco) ponto

·     A pontuação é contada por trabalho e não por evento.

·     Como autor: 0,05 (zero vírgula zero cinco ) pontos por trabalho

·     Como co-autor: 0,025 (zero vírgula zero vinte e cinco)  pontos por trabalho.

Publicações (em periódicos com corpo editorial)

1,0 (um) ponto

·     Como autor: 0,1 (zero vírgula um) pontos por publicação.

·     Como co-autor: 0,05 (zero vírgula zero cinco) pontos por publicação.

Atividades de Extensão (Campanhas educativas, de vacinação, coleta de dados populacionais, atividades comunitárias)

0,5 (zero vírgula cinco) ponto

·     0,05 (zero vírgula zero cinco) pontos por cada atividade

Atividades Extra-Curriculares

(Cursos de extensão, estágios em instituições de ensino, cursos de língua e de computação, aprovação em concursos)

0,5 (zero vírgula cinco) ponto

·     0,05 (zero vírgula zero cinco) pontos por cada atividade (pelo menos 30 horas)

 

 

 

Entrevista

2,0 (dois) pontos

Avaliação de interesse, comprometimento, capacidade de liderança e resolução de conflitos.

 

 

1 Para o cálculo dessa nota será adotada REGRA DE TRÊS.

 

 

ANEXO II

REQUERIMENTO PARA ISENÇÃO DA TAXA DE INSCRIÇÃO

 

 

 

 

 

 

 

                Eu, ______________________________________________________________________________________ portador(a) da Cédula de Identidade nº _____________________________________________________________ inscrito no CPF nº _______________________________________________________________________________, venho requerer a isenção do pagamento do valor da taxa de inscrição para o Programa de Residência Médica - 2017, da Fundação Hospital Memorial Arthur Ramos, nos termos da Resolução CNRM nº 07, de 20 de outubro de 2010, anexando à documentação que comprova as condições da Resolução, sob as penas da Lei, que essa é verdadeira e idônea.

 

Nestes termos, pede deferimento.

 

 

Maceió/AL, ____ de ____________________ de 2016.

 

 

 

Imprimir Imprimir Compartilhar Compartilhar

Informar WEB

Entrevista na Rádio CBN Maceió com o endocrinologista Arnaldo Mendonça, sobre diabetes

Dra. Yelnya C. S. Dória
Diretora Técnica 
CRM/AL 2209 / RQE 2835
Hospital Memorial Arthur Ramos  |  Rua Hugo Corrêa Paes, N º 253 - Gruta de Lourdes - Cep - 57052-827  |  (82) 2123-7000 / Marcação de consultas: 2123-7001